Em dez anos, número de brasileiros na Espanha subiu em 380%

Europa; Espanha; Brasil; turismo

Jamil Chade - O Estado de S.Paulo,

14 Dezembro 2012 | 10h49

Barcelona – Em dez anos, o número de brasileiros vivendo na Espanha sofreu uma alta de 380%. Os números foram apresentados hoje pelo Instituto de Estatísticas em Madri e revelam que, antes da eclosão da pior crise social do país em 40 anos, a Espanha havia se transformado num dos maiores polos de atração de imigrantes na Europa. No total, em uma década, 3,7 milhões de pessoas deixaram seus países para viver na Espanha. Hoje, a taxa de desemprego atinge 35% deles.

Segundo os números, o volume de brasileiros passou de 18,3 mil em 2001 para 87 mil em 2011. Esses dados incluem apenas os estrangeiros oficialmente registrados. O consulado do Brasil em Madri estima que o número real, incluindo os brasileiros em condições irregulares, chegue a pelo menos 200 mil.

Mas a expansão brasileira não foi a maior. O número de bolivianos passou de 11 mil em 2001 para mais de 183 mil em 2011. O caso mais impressionante é a chegada de 740 mil romenos à Espanha em apenas dez anos.

Na década, segundo o instituto, os estrangeiros garantiram a maior expansão da população da Espanha já registrada oficialmente. Mas os números também são de um mundo passado. Hoje, a crise arruinou o sonho de milhares desses imigrantes, que apostaram em uma nova vida na Espanha.

Já em 2012, a Espanha passou a ser um país de emigração. Além de milhares de estrangeiros que estão voltando para suas casas, entre eles os brasileiros, há ainda um enorme grupo de espanhóis tentando sorte fora de seus países.

Hoje pela manhã, em Barcelona, o taxista que me conduziu para uma entrevista poderia ser um personagem dessa nova fase da Espanha. Sua empresa de informática faliu no ano passado, sua mulher perdeu o emprego e eles tem ainda pela frente 17 anos de hipoteca para pagar. Decidiu ser taxista. Mas admite que já não tem uma renda compatível com o apartamento que compraram.

Ele confessa que teme ser um dos 3 mil desalojados apenas na cidade de Barcelona em 2012 por não ter como pagar a hipoteca. Ao me deixar no endereço que eu havia pedido, hesitante ele me perguntou: "Desculpe, quanto custa hoje uma passagem ao Brasil…".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.