Em greve, funcionários da PF voltam a negociar com o governo

Paralisação já dura 15 dias e servidores reivindicam reestruturação de carreira e recomposição salarial

10 Outubro 2007 | 10h35

Em greve há 15 dias, servidores administrativos da Polícia Federal voltam a negociar o retorno ao trabalho nesta quarta-feira, 10. Representantes da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e do Sindicato dos Servidores Administrativos da Polícia Federal (Sinpecpf) têm reunião às 20h30 para retomar as negociações.   Na tarde de terça-feira, 9, representantes de entidades de outras categorias da PF declararam apoio ao movimento grevista durante ato público, em Brasília. A greve teve início no dia 25 de setembro. Os servidores reivindicam a reestruturação da carreira, com recomposição salarial e definição de novos cargos, e a realização de concurso público.   (Com informações da Agência Brasil.)

Mais conteúdo sobre:
greve da PF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.