Empresários discutem Copa e Jogos Olímpicos

RIO

Mônica Ciarelli, O Estado de S.Paulo

21 Março 2011 | 00h00

A área de construção e de gerenciamento de projetos são os dois principais alvos dos investidores americanos na preparação do Rio para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. A informação é do secretário Municipal de Desenvolvimento do Rio, Felipe Góes, que participou de um almoço com cerca de 100 empresários americanos e brasileiros no Palácio da Cidade.

Para Góes, os americanos terão mais dificuldade de entrar no segmento de construção, onde o Brasil tem grandes empresas. "Vai ser um desafio para eles se posicionar nesse mercado."

Já na área de gerenciamento, o secretário acredita que as companhias dos EUA tenham mais experiência para participar da preparação do Rio.

A expectativa é de que a cidade precise entre R$ 20 e 25 bilhões em investimentos. "Eles podem ter um pedaço deste bolo, mas vão disputar com empresas brasileiras e europeias."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.