Estrada de SC é fechada após acidentes que deixaram 26 mortos

Polícia Rodoviária diz que previsão para liberar as pistas é às 12h e trabalhos de limpeza da estrada continuam

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

10 Outubro 2007 | 08h12

A rodovia BR-282, em Santa Catarina, continuava interditada até às 8 horas da manhã desta quarta-feira, 10, após dois acidentes terem causado a morte de pelo menos 25 pessoas e deixado outras 86 feridas. Informações extra-oficiais apontam que o número de mortos já chegou a 26, mas a Polícia Rodoviária Federal não confirmou a morte de mais uma pessoa. Os acidentes aconteceram na altura do km 630 da estrada, na noite de terça-feira, 9.   Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o primeiro acidente envolveu três carretas e um ônibus, da WR Turismo, que transportava pelo menos 40 trabalhadores de uma cooperativa agrícola. Na noite de segunda-feira, o grupo havia participado da Exposição Feira Agropecuária, Comercial e Industrial, feira tradicional na cidade de Chapecó (SC), onde houve um show do cantor Daniel. Os trabalhadores rurais resolveram retornar à cidade de São José do Cedro somente na tarde de terça. O cinegrafista Evandro Luis Troian, da rede RBS de Chapecó, também teria morrido no acidente.   Na altura do quilômetro 630, um trecho de descida íngreme, o coletivo e uma das carretas desceram uma ribanceira e caíram no Rio do Peixe. Vários motoristas curiosos resolveram parar seus carros no acostamento para assistir ao resgate das vítimas.   O segundo acidente aconteceu cerca de uma hora depois do primeiro, quando bombeiros realizavam os trabalhos de resgate e eram acompanhados de perto por jornalistas e curiosos. O caminhoneiro teria furado o bloqueio feito na rodovia para os resgates e, desgovernado, atropelou várias pessoas.   Resgate   Os corpos resgatados no local foram enviados ao Instituto Medico Legal (IML) da cidade de São Miguel do Oeste (SC). Segundo os agentes federais, entre os mortos há quatro bombeiros. Os feridos foram encaminhados para hospitais da região, entre eles os municípios de Maravilha (SC) e São Miguel do Oeste (SC).   O trecho da rodovia continuava interditado às 8 horas desta quarta, para o recolhimento dos veículos e dos materiais espalhados pela via. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, a previsão era de que a pista fosse liberada às 12 horas. Um grande congestionamento se formou na região, de acordo com a PRF.   A BR-282 é uma estrada que possui pista dupla apenas nos seus primeiros 55 quilômetros, a partir de Florianópolis. Em seus 304 quilômetros de extensão, ela liga a capital catarinense até a cidade de São Miguel do Oeste. O trecho de serra entre as cidades de Chapecó e São Miguel do Oeste é mais perigoso, por causa da incidência de neblina e constantes deslizamentos.   Texto alterado às 9h15 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
acidente nas estradas Chapecó

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.