Estradas registram mais mortes e menos acidentes no feriado

Entre sexta e segunda, 93 pessoas morreram nas 1.901 ocorrências das rodovias brasileiras; 1.170 ficaram feridos

Central de Notícias,

03 Novembro 2009 | 18h02

Durante o feriado de Finados, de meia-noite de sexta até a última segunda-feira, 93 pessoas morreram as rodovias brasileiras, número superior aos 88 óbitos ocorridos no feriado de Nossa Senhora Aparecida, entre os dias 9 e 12 de outubro, segundo boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgado nesta terça-feira, 3. 

 

Veja também:

linkCinco morreram afogados no litoral de SP durante feriado

linkMortes em rodovias paulistas quase triplicam no feriado

 

De acordo com a PRF, grande parte das mortes ocorreram em Minas Gerais (15), no Rio Grande do Sul e Pernambuco (8), na Bahia e Paraná (9), no Rio de Janeiro, em Santa Catarina e em Goiás (6). No total, foram contabilizados neste feriado prolongado 1.901 acidentes e 1.170 feridos.

 

Em comparação com o feriado anterior, os Estados que se destacaram devido ao aumento no número de fatalidades estão o Rio Grande do Sul, Bahia e Maranhão. A PRF informou que Minas Gerais lidera o ranking de números absolutos, com 253 acidentes e 145 feridos. Os outros Estados com mais acidentes são Santa Catarina (266), Paraná (232), Rio Grande do Sul (166), e Rio (148).

 

REDUÇÃO

 

A PRF anunciou que apesar do aumento da frota de veículos, o índice de acidentes e mortes nas rodovias têm diminuído. Desde setembro deste ano, 600 mil novos carros foram vendidos no Brasil. Em 2007, quando a frota de veículos do País era 17% menor, foram registrados 12% a mais de mortes no feriado de Finados.

Mais conteúdo sobre:
feriado de finados estradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.