Explosão de cisterna deixa 1 morto e 2 feridos no Rio

Tampão explodiu na Avenida Rio de Janeiro, na Zona Portuária, na manhã desta segunda-feira

Solange Spigliatti e Priscila Trindade, do estadão.com.br , atualizado às 15h59

30 Janeiro 2012 | 11h26

São Paulo, 30 - Um homem morreu e dois ficaram feridos em uma explosão de uma cisterna de águas pluviais localizado na Zona Portuária do Rio, por volta das 10h desta segunda-feira, 30.

Por volta das 15h30, técnicos da Defesa Civil, Polícia Civil, do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), da empresa Triunfo Logística e da Companhia Docas do Rio de Janeiro continuavam o trabalho de perícia do local.

O acidente aconteceu próximo ao armazém 30, na área de operação da Triunfo Logística. No momento da explosão, funcionários da empresa faziam um trabalho de manutenção com solda. Depois, o bueiro começou a exalar um forte cheiro de óleo.

O trabalhador morto foi identificado como Rafael Martins de Souza, de 29 anos. Paulo Bento Pereira, 52, e Carlos Ribeiro, 53, ficaram feridos. Eles foram socorridos por ambulâncias do Cais e levados para o Hospital Souza Aguiar, no centro da cidade. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, um dos homens teve fratura exposta no braço direito e queimaduras superficiais na face e o outro já chegou com o braço imobilizado e passa por exames de raios-x para saber a extensão dos ferimentos. Os dois não correm risco de morte.

Em nota, a Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro (CEG) afirmou que o acidente não está relacionado ao gás natural. A causa da explosão ainda não foi identificada.

Após os acidente foi instalada uma barreira de contenção na baía de Guanabara, junto ao cais, na saída da galeria para evitar que o óleo se vazasse para o mar. Toda a área próxima ao acidente dentro do Porto foi isolada, os veículos foram retirados e as operações suspensas até que seja descoberta a causa do acidente e até que o vazamento seja sanado.

Mais conteúdo sobre:
explosão de bueiro, RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.