Família de JK desmente versão de Kassab

Prefeito disse que tratara do uso das iniciais com filha de ex-presidente, mas família nega e desautoriza utilização

Vannildo Mendes e Roberto Almeida, O Estado de S.Paulo

26 Março 2011 | 00h00

A família do ex-presidente Juscelino Kubitschek desautorizou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, a usar a marca JK como símbolo de seu Partido Social Democrático (PSD). Na quinta-feira, Kassab havia dito que conversara com Maria Estela Kubitschek Lopes, filha do ex-presidente. "Falei com a filha do Juscelino. Caso tudo dê certo, disse que iríamos consultá-la para ver se a família liberaria a marca", afirmou. Ontem, em nota, Maria Estela disse que "não é verdade".

Em nome da família e do Memorial JK, do qual é presidente, a empresária Anna Christina Kubitschek Pereira, neta de Juscelino e sobrinha de Maria Estela, anunciou que vai entrar na Justiça para barrar os planos de Kassab. Ela considerou a atitude uma "deselegância" e uma "apropriação indébita" de imagem. "JK é patrimônio do Brasil e dos brasileiros. Seu nome não pode ser usado sem o prévio consentimento da família, muito menos sem aprovação do Conselho do Memorial." Ela repudiou "a maneira inadequada" com que Kassab "se apropriou da sigla" para "nominar sua rede social".

Maria Estela também criticou Kassab. "O prefeito jamais tratou desse assunto comigo. Se o tivesse feito, eu teria tido a oportunidade de manifestar a minha discordância. A memória de JK não pode ser usada para fins menores da política."

Ontem, Kassab emitiu nota dizendo que a criação do PSD é uma "homenagem a Juscelino Kubitschek" e que o registro do domínio www.jk.com.br foi feito "para evitar ações oportunistas". "Essa providência e o seu caráter de preservação do domínio foi comunicada à família Kubitschek e ao administrador da Casa Juscelino Kubitschek, Serafim Jardim. Não há a menor hipótese de utilização desse domínio sem autorização expressa da família."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.