Divulgação
Divulgação

Famílias são removidas de áreas de risco em Campos de Goytacazes

Imóveis localizados perto do Rio Ururaí e da BR-101 serão demolidos pela Secretaria de Defesa Civil

estadão.com.br,

16 Janeiro 2012 | 16h14

SÃO PAULO - Teve início nesta segunda-feira, 16, a remoção de 39 famílias que moram em áreas consideradas de risco de Ururaí, na cidade de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. A ação continuará na terça-feira, 17.

Os imóveis localizados perto do Rio Ururaí e da BR-101 serão demolidos pela Secretaria Municipal de Defesa Civil, para que nenhuma outra família more no local.

Alerta. A Prefeitura de Campos continua a monitorar e alertar os moradores de áreas atingidas por cheias dos rios Paraíba do Sul e Muriaé, em Campos dos Goytacazes, a não retornem às casas sem autorização das autoridades. As famílias poderão voltar para as casas após as ações de limpeza e higienização dos locais.

Hoje, a Defesa Civil continua com o bombeamento das águas em Três Vendas, localidade inundada no último dia 5 pelas águas do Muriaé e onde 546 famílias resolveram permanecer, sobre as lajes.

A secretaria de Serviços Públicos realiza um mutirão com 100 homens trabalhando na limpeza das ruas. A previsão é de que o trabalho finalize na quarta-feira, 18.

A secretaria da Família e Assistência Social também realiza hoje a distribuição de 394 kits de limpeza, 200 kits de higiene pessoal, 600 cestas básicas e 600 fardos de água nos abrigos e em Três Vendas, para os moradores que insistiram em permanecer sobre a laje das casas.

Dando continuidade ao trabalho de prevenção da população contra doenças após as enchentes, a secretaria de Saúde inicia o trabalho de orientação a todos desabrigados do município, direcionado à leptospirose. Equipes visitarão abrigos repassando informações sobre formas de prevenção e sintomas da doença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.