1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Força Nacional ficará mais 2 meses no Maranhão

O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2014 | 16h 35

Ministério da Justiça prorroga ajuda federal até 23 de fevereiro a pedido de governadora Roseana Sarney para manter ordem em presídios

O governo federal decidiu prorrogar por mais dois meses a presença da Força Nacional de Segurança na região metropolitana de São Luís, no Maranhão, que sofre com uma onda de violência nas últimas semanas. Segundo portaria do Ministério da Justiça publicada nesta quarta-feira, 8, no Diário Oficial da União, a medida visa dar apoio ao sistema prisional maranhense até o dia 23 de fevereiro.

A decisão do ministro José Eduardo Cardozo atende a pedido da governadora Roseana Sarney (MA), que encaminhou ofício ontem ao Ministério. O novo prazo será contado a partir do dia 25 de dezembro. A Força Nacional continuará à frente de uma operação para manter a ordem nos presídios do Estado, onde 60 detentos foram mortos em 2013, com apoio logístico da polícia maranhense. 

Nesta quarta-feira, o Ministério da Justiça transferiu 22 presos do Complexo Penitenciário Pedrinhas para penitenciárias federais. Outros detentos ainda podem ser transferidos do local disputado por faccções criminosas e de onde partiu a ordem para os ataques da última sexta-feira a policiais e ônibus ne região de São Luís, que resultaram na morte de uma garota de 6 anos e em quatro feridos.