Frente fria poderá trazer nuvem vulcânica para o Brasil, diz Inpe

Cinzas emitidas pelo vulcão chileno atrapalham o espaço aéreo da América do Sul desde o dia 5 de junho

Carolina Spillari, estadão.com.br

01 Julho 2011 | 17h48

SÃO PAULO - Uma frente fria está prevista para chegar ao sul do Brasil neste sábado, 2. No domingo o frio deve chegar ao Paraná e na segunda-feira, 4, a São Paulo. A frente fria que se dirige para o Brasil poderá trazer consigo as cinzas vulcânicas do Puyehue.

 

Segundo o meteorologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Marcelo Seluchi, a frente poderá trazer as cinzas para o Brasil.

 

Por volta das 17h, o meteorologista observou que as cinzas estavam na divisa entre Buenos Aires e Montevidéu no Rio da Prata. A nuvem de cinzas ainda não atinge o Brasil. Com a previsão de frente fria, isso poderá ocorrer, reitera Seluchi.

 

O vulcão começou a emitir cinzas a partir do Chile no dia 5 de junho e já interferiu no espaço aéreo dos vizinhos Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil. A Austrália também foi afetada.

 

Depois da Indonésia, a cadeia vulcânica chilena é considerada a segunda em nível mundial. Dos 2 mil vulcões, dos quais é formada, 50 ou 60 já entraram em atividade e cerca de 500 têm potencial para isso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.