Fundação Casa tem 26 unidades com superlotação

O governo do Estado afirma que todas as unidades da Fundação Casa (antiga Febem) apresentam número de internos abaixo da lotação. A informação foi divulgada na terça-feira, durante cerimônia de desativação do Complexo do Tatuapé, na zona leste. Mas um documento interno da instituição mostra outra realidade. Das 165 unidades listadas, 26 apresentam superlotação, 16% do total. Os dados são do dia 14. A que tem maior excedente de adolescentes é a unidade Tietê, na Vila Maria, zona norte. Com capacidade para 60 adolescentes, abriga 101 jovens. Em segundo lugar, aparece a Unidade de Internação Feminina Chiquinha Gonzaga, da Mooca, Zona Leste. O local deveria abrigar 60 e tem 107 internas. A desativação do Tatuapé foi criticada ontem pela Comissão de Criança e Adolescente do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo como uma medida cosmética do governador José Serra (PSDB). "Não resolve o verdadeiro problema da instituição: a violação dos direitos humanos."

Luísa Alcalde, O Estadao de S.Paulo

19 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.