Google deverá indenizar família de menor que teve perfil no Orkut invadido

Invasor ofendeu amigos do garoto; mãe pediu que perfil fosse retirado ao ar

Priscila Trindade, estadão.com.br

19 Julho 2011 | 13h10

SÃO PAULO - A Justiça do Rio de Janeiro condenou o Google Brasil a pagar R$ 12 mil a família de um adolescente ofendido em uma comunidade na rede social Orkut, em 2008. A decisão é da 19ª Câmara Cível.

 

Em 2009, a senha do perfil do menino foi roubada e o invasor passou a ofender os amigos dele. A mãe do menor entrou na Justiça após enviar vários pedidos de retirada da página do ar. Nenhum dos pedidos foi atendido. Na época, o menino tinha 13 anos de idade e precisou de tratamento psicológico para superar o trauma.

 

O Google argumentou que não poderia ser responsabilizado pelos danos sofridos pelo autor, pois ele é menor de idade e, pelo termo de política do site, estaria proibido de utilizar a página do Orkut.

 

Segundo os desembargadores, "a responsabilidade da ré encontra-se não pela criação do perfil, mas pela sua manutenção na rede". Para os magistrados, o adolescente foi exposto a situação vexatória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.