Governadora do Pará perde apoio do PTB

O candidato da oposição ao governo do Pará, Simão Jatene (PSDB), que vai disputar o segundo turno com a governadora Ana Júlia Carepa (PT), recebeu ontem a adesão de deputados eleitos do PTB, partido que na eleição de domingo formava a base de apoio da petista. O federal Josué Bengston aderiu a Jatene com os estaduais Júnior Ferrari, Timão Miranda e Eduardo Costa.

Carlos Mendes, O Estado de S.Paulo

08 Outubro 2010 | 00h00

"O PTB encolheu nestas eleições e o partido precisa de um impulso. O casamento está selado e não será só de fachada", disse Costa, que não explicou por que o PTB mudou de lado. Os deputados insinuaram terem sido "abandonados" pela governadora, a quem acusam de não cumprir compromissos de campanha, como fazer obras em seus municípios. Os prefeitos de Tucuruí e de Nova Ipixuna também anunciaram apoio a Jatene, que teve 48,92% dos votos.

A governadora, que recebeu 36% dos votos, mudou o comando de sua campanha. Agora, Ana Júlia corre atrás do apoio do deputado Jader Barbalho e da forte bancada do PMDB, que rompeu com ela no começo deste ano. A reconciliação já foi tentada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas fracassou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.