1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Grandes fornecedores de armas e drogas são presos

Thaise Constâncio - O Estado de S. Paulo

08 Abril 2014 | 16h 58

Sidnei da Silva Araújo, o Mangustão, é apontado como o maior distribuidor de armas e drogas das favelas Nova Holanda e Parque União, no Complexo da Maré, controladas pela facção Comando Vermelho

RIO - A polícia do Rio prendeu nesta segunda-feira, 7, dois importantes fornecedores de armas do Comando Vermelho (CV). O primeiro capturado foi Sidnei da Silva Araújo, de 42 anos, conhecido como Mangustão, que atuava nas favelas Nova Holanda e Parque União, no Complexo da Maré. Depois, policiais prenderam Ricardo dos Santos Silva, de 38, o Tubarão, considerado o maior fornecedor de drogas e armas do CV.

Na manhã desta terça-feira, 8, o traficante Vanderson de Matos, de 24 anos, que atuava no Complexo do Alemão, foi preso. Ele estava escondido em Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense, desde que fugiu após ser condenado a cinco anos de reclusão por tráfico de drogas.

Prisões. Mangustão foi preso por policiais da 6.ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova, no centro). Ele transportava drogas do Paraguai para as favelas da Maré e estava foragido da Justiça desde fevereiro de 2012. De acordo com as investigações da Polícia Civil, Mangustão era dono de uma fazenda de haxixe no país latino-americano.

Ele foi encontrado na favela do Jacarezinho, no subúrbio carioca, que possui uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Quando foi preso, usava documento falso, de acordo com o delegado titular da 6.ª DP, Antenor Lopes. Para o delegado, a prisão do traficante é um duro golpe no CV e contribui com o processo de pacificação na área.

Tubarão foi detido por policiais da 33.ª DP de Realengo, na zona oeste, em flagrante, em um condomínio de luxo no Recreio dos Bandeiras, zona oeste. Ele estava com uma pistola calibre 40, com numeração raspada.