1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Greve na Argentina causa cancelamento de voos em SP e RJ

Marco Antônio Carvalho, Roberta Pennafort - O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 11h 24

Ao todo, 24 voos foram cancelados em Cumbica e no Tom Jobim

Enrique Marcarian/Reuters
Em Buenos Aires, a greve geral foi convocada pela Central de Trabalhadores Argentinos (CTA) e envolve funcionários da operação de aeroportos da capital

Uma greve geral deflagrada na Argentina causou o cancelamento e remarcação de voos que chegariam ou partiriam de aeroportos de São Paulo e do Rio de Janeiro. Até a manhã desta quinta-feira, 28, 24 voos tiveram a decolagem para o país vizinho ou o pouso cancelados no Aeroportos Internacionais de Guarulhos, na Grande São Paulo, e Antônio Carlos Jobim, o Galeão, zona norte do Rio.

Em Buenos Aires, a greve geral foi convocada pela Central de Trabalhadores Argentinos (CTA) e envolve funcionários da operação de aeroportos da capital. Por causa da paralisação, quatro companhias aéreas - TAM, Gol, Aerolíneas Argentinas e LAN - tiveram voos cancelados. Ao todo, foram nove chegadas e seis partidas. Já no Rio de Janeiro, foram cinco desembarques e quatro embarques cancelados, das companhias Aerolíneas Argentinas, Austral e TAM. A Gol pretende manter os seus voos para a cidade.

Os dados são referentes às conexões com o Aeroparque Jorge Newbery, em Buenos Aires, e o Aeroporto Internacional de Ezeiza, na Região Metropolitana da capital argentina. As informações são das concessionárias Gru Airport, que administra o aeroporto de Cumbica, e Rio Galeão, responsável pelo Tom Jobim.