Grupo isolado na Serra da Bocaina é resgatado com ponte improvisada

Único acesso ao local desabou no sábado, 8, quando um caminhão carregado de pedras tentou fazer a travessia

Gerson Monteiro, Especial para o Estado de S.Paulo

10 Setembro 2012 | 15h43

Texto atualizado às 16h27.

VALE DO PARAÍBA - O grupo de aproximadamente 100 pessoas que ficou isolado no Alto da Serra da Bocaina, em Bananal, a 330 quilômetros de São Paulo, próximo à divisa com o Estado do Rio de Janeiro, de quinta, 6, até a madrugada de segunda-feira, 10, conseguiu sair por uma ponte improvisada.

O único acesso ao local desabou na quinta, quando um caminhão carregado de pedras tentou fazer a travessia. Pelo excesso de peso, o veículo não conseguiu chegar ao outro lado e caiu no rio Bracuí. Até a noite de domingo, continuava em seu leito. 

Apesar do susto, o motorista não se feriu. Mas as cerca de 30 famílias, entre turistas e moradores, que estavam do outro lado ficaram ilhadas. Durante o período de isolamento, parte do grupo se acomodou em uma pousada a 1.200 metros de altitude. A prefeitura de Bananal teve de improvisar com madeiras um acesso emergencial para elas saíssem. Ainda não há previsão para a construção de um novo acesso ou a reforma da antiga ponte. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.