1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Grupo protesta contra reintegração de posse na zona sul do Rio

Felipe Werneck

05 Maio 2014 | 14h 43

Manifestantes pretendem registrar denúncia de violência policial; moradores da região teriam sido feridos por bala de borracha durante ação da PM

Cerca de 100 manifestantes interditaram, no início da tarde desta segunda-feira, 5, as ruas Pacheco Leão e Jardim Botânico, na zona sul do Rio, em protesto contra a reintegração de posse de um clube, realizada no fim da manhã na comunidade do Horto.

A presidente da Associação de Moradores do Horto, Emília Santos, disse que o objetivo do grupo era caminhar em passeata até a 15ª Delegacia de Polícia, na Gávea, zona sul, para registrar uma denúncia de violência policial durante a reintegração.

Segundo ela, dois moradores foram feridos por balas de borracha e outros dois passaram mal após a ação da polícia, que lançou bombas de efeito moral e spray de pimenta contra os manifestantes durante a reintegração. Ela não soube dizer os nomes das supostas vítimas. Não há registro de atendimento médico no local.

Na passeata, até o momento, não houve novos registros de tumultos entre policiais e manifestantes, que gritavam palavras de ordem contra as remoções e a realização da Copa do Mundo no Brasil.

Oficialmente, a Polícia Militar nega o uso de balas de borracha na repressão ao protesto. A caminhada foi acompanhada por policiais do Batalhão de Choque.