''Haddad vai entrar para a História'', diz o ex-presidente

Em campanha nos bastidores para emplacar o ministro da Educação, Fernando Haddad, como candidato do PT à Prefeitura de São Paulo em 2012, o ex-presidente Lula fez elogios explícitos ao colega durante palestra no 52º Congresso Nacional UNE.

, O Estado de S.Paulo

15 Julho 2011 | 00h00

Lula afirmou que "Hadad vai entrar para História, como o ministro que mais fez para a educação e para os estudantes do Brasil". Apesar dos elogios e aplausos, Haddad evitou dar entrevistas. De acordo com petistas de Goiás, o ministro prefere evitar o tema diante da indefinição do PT sobre a candidatura.

Para o ex-presidente, a gestão de Haddad abriu oportunidades aos estudantes carentes e sem acesso às universidades com o Prouni. "Nós queríamos mais gente em salas de aula. Mas tem um tipo de gente que criticava, dizendo: ''esse tal de Lula dando bolsa de estudo pra pobre?"", provocou Lula, aplaudido de pé por mais de 2 mil estudantes.

Lula e Haddad se emocionaram com o depoimento de Vanessa Castilho, 32 anos, aluna de medicina na Uninove (SP), filha de um pedreiro e uma dona de casa. "Quem não se emociona com isso tem de ser diretor do BC (Banco Central), não trabalhar na Educação", disse Haddad.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.