Holandês é preso por tráfico de drogas no aeroporto de Natal

Ele estava com mais de 3 kg de cocaína na bagagem; neste ano, oito estrangeiros foram presos no aeroporto

Solange Spigliatti e Fabiana Marchezi, estadao.com.br

18 Agosto 2008 | 15h01

O taxista holandês Albert Johannes, de 57 anos, foi preso em flagrante no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, Natal, quando tentava embarcar para Lisboa, levando na bagagem 3,29 quilos de cocaína pura. Ele foi autuado por tráfico de drogas.   A prisão aconteceu quando os policiais da Delegacia de Imigração faziam fiscalização de rotina junto aos passageiros que viajavam com destino à outros países e estranharam um cheiro "diferente" que exalava da mala do holandês.   Ao ser vistoriada, foram encontrados enrolados numa toalha, três pacotes prensados, em forma de tijolos, revestidos por sacos plásticos e cobertos com pó de café, tática utilizada para se evitar que, em caso de fiscalização feita com auxílio de cães, a droga não fosse farejada.   Segundo depoimento do holandês, ele chegou ao Brasil no último dia 9, quando recebeu a cocaína de um desconhecido que o procurou no hotel onde se encontrava hospedado em São Paulo, e que tal pessoa lhe passou todas as instruções para que a droga pudesse ser entregue em Amsterdã, na Holanda, destino final da sua viagem e onde ele seria procurado tão logo desembarcasse.   Com a prisão do taxista, somente este ano já são oito estrangeiros presos em flagrante no Aeroporto Augusto Severo conduzindo drogas. O total de cocaína apreendida ultrapassa os 88 quilos no Estado.

Mais conteúdo sobre:
tráfico Rio Grande do Norte Natal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.