Homem atira contra crianças brincando no complexo de favelas da Maré, no Rio

Crianças atiravam pedras na divisa entre favelas comandadas por facções rivais

Tiago Rogero , estadão.com.br

20 Maio 2011 | 14h02

RIO - Um homem ainda não identificado atirou contra um grupo de crianças que brincavam na noite de quinta-feira no complexo de favelas da Maré, na zona norte do Rio. Um jovem de 20 anos morreu e dois adolescentes ficaram feridos.

Segundo a polícia, as crianças eram da favela Baixa do Sapateiro e brincavam de atirar pedras contra a Nova Holanda, na divisa entre as duas comunidades, que são comandadas por facções rivais do tráfico de drogas.

De acordo com o comandante do 22º BPM (Maré), coronel Gláucio Moreira, um homem da Nova Holanda teria se incomodado com a brincadeira e começou a atirar contra o grupo. Um dos tiros atingiu o pescoço de Felipe Alves de Paiva, de 20 anos, que não resistiu.

Uma adolescente de 17 anos foi atingida no braço e um garoto de 14, ferido de raspão. O jovem foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e liberado. Já a garota está internada no Hospital Geral de Bonsucesso.

Ainda segundo o militar, o serviço de inteligência da 22º BPM está trabalhando para descobrir quem foi o autor dos disparos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.