1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Homem espancado após ser confundido com estuprador morre no MS

Lucia Morel - Especial para O Estado

17 Maio 2014 | 10h 33

Vítima recebeu socos e pontapés em todo corpo; caso foi registrado como homicídio doloso

Campo Grande - Depois de ser espancado ao ser confundido com um estuprador, o pedreiro Hugo Neves Ferreira, 45 anos, morreu em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

No fim da manhã de quinta-feira, 15, Hugo estava bêbado e brigava com a mulher quando decidiu sair de casa. Ele morava nos fundos da casa de seu pai e ao invés de sair pela frente, resolveu pular o muro dos fundos, que tinha uma grade.

O short que ele usava e a sua roupa íntima enroscaram nos ferros da grade, mas ao se desvencilhar, acabou ficando nu e saiu correndo pelas ruas do bairro Aero Rancho, periferia da capital.

Populares o encontraram naquele estado e o teriam confundido com um estuprador, segundo a família da vítima contou à polícia. Hugo foi agredido e recebeu socos e pontapés em todo corpo. Ele teve traumas na cabeça e no tórax.

Ainda assim, a vítima conseguiu voltar para casa, onde foi socorrido pelo pai, que ao ver o estado do filho, chamou o Corpo de Bombeiros. Mesmo sendo atendido e medicado, Hugo não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois de ser espancado.

O caso foi registrado como homicídio doloso e a Polícia Civil investiga quem seriam os autores do crime.