1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Homem que resgatou menina de ônibus em chamas no MA fará implante de pele

Rafaela Lima - O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2014 | 16h 20

Considerado herói, Marcio Nunes, de 37 anos, que teve 72% do corpo queimado, será transferido para hospital de Goiânia

SÃO LUÍS - Considerado um herói pela família e pela população de São Luís, o entregador de frangos Márcio da Cruz Nunes, de 37 anos, que resgatou a menina Ana Clara, de 6 anos, de dentro de um dos ônibus que foi incendiado na última sexta-feira, será transferido para um hospital na cidade de Goiânia. Ele precisa fazer implante de pele, já que está com 72% do corpo queimado. Ana Clara, que teve 98% do corpo queimado, morreu na segunda-feira, 6.

Assim como todas as vítimas, o entregador foi socorrido e levado para o Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2. Sua situação se agravou e, então, ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Tarquínio Lopes, o Hospital Geral.

Na terça-feira, o médico Luís Alfredo Soares Júnior, diretor do Hospital Geral, disse que há esperanças de que Márcio Nunes sobreviva. Segundo o médico, ele ainda está em estado grave, porém estável, e apresentando melhoras gradativas, havendo a probabilidade de retirada da ventilação mecânica, visto que o seu corpo está respondendo ao tratamento a que está sendo submetido.

Gardênia Cruz Nunes, irmã de Márcio, afirmou que ele está melhorando, e que, em no máximo quatro dias, será transferido para um hospital em Goiânia para passar por tratamento de implante de pele, bancado pelo governo do Estado.

A mulher do entregador, Rallanny Maciele, está com os cinco filhos atualmente na casa dos pais de Márcio Nunes, em São José dos Índios, no município de São José de Ribamar, em que ainda moram os nove irmãos dele.