Horário de verão garante dias mais longos no feriado

Meteorologia prevê chegada de frente fria no fim de semana; CET espera saída de 1,2 milhão de veículos

Marcela Spinosa e Rejane Lima, O Estadao de S.Paulo

11 Outubro 2007 | 00h00

O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida começa com temperaturas altas em todo o Estado e marca o início do horário de verão, que começa à zero hora de domingo e vai até 0h do dia 16 de fevereiro do ano que vem. Como os relógios das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem ser adiantados em uma hora, vai demorar mais a anoitecer. Mas nem tudo está a favor de quem quiser aproveitar o feriado no Estado de São Paulo. Há previsões de chegada de uma frente fria à região e risco de racionamento de água no litoral. O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) informa que o sol brilhará na capital, litoral e interior de São Paulo até a tarde de sábado, No domingo, devem ocorrer pancadas de chuva. "Estamos sob domínio de uma massa de ar quente, mas tem uma frente fria chegando. O resultado é o aumento da umidade do ar e de ventos", explicou a meteorologista do Cptec Monica Lima. Ontem, o paulistano enfrentou, às 15 horas, calor de 33,1 graus. A umidade do ar ficou em 28%. Seis estações da Cetesb registraram má qualidade do ar por causa da quantidade de ozônio na atmosfera. "Ontem (anteontem) quatro estações estavam com qualidade inadequada do ar", disse o meteorologista da Climatempo, Marcelo Pinheiro. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura hoje pode atingir os 34 graus na capital, 31 graus no litoral e 37 graus no interior. Amanhã, as máximas previstas devem diminuir por causa da frente fria. "A partir de sábado, a previsão é de chuva", afirmou a meteorologista do Inmet Ester Regina Ito. Na Baixada Santista, a Sabesp alerta para a necessidade de economizar água por causa dos baixos níveis dos reservatórios. O manancial que mais preocupa é o Jurubatuba, que abastece Guarujá, e, por causa da seca, está com 50% da capacidade. Em Bertioga, o reservatório que abastece a cidade está 17% abaixo da capacidade. ESTRADAS No feriado da Padroeira do Brasil, a CET estima que até 1,2 milhão de veículos deixem a capital. Para fugir do trânsito, a orientação é evitar viajar hoje entre 14 e 22 horas. Amanhã, o melhor horário para pegar a estrada é depois das 13 horas. O Sistema Anchieta-Imigrantes deve receber entre 250 e 330 mil veículos com destino à Baixada Santista, segundo a Ecovias, concessionária das estradas. A Operação Descida, no esquema 7 por 3, será iniciada hoje, às 15 horas. Para o litoral norte, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) alerta que os horários de maior movimento serão, hoje, entre 16 e 23 horas e, amanhã, das 7 às 15 horas. A Rodovias Mogi-Bertioga e Rio-Santos terão o acostamento liberado para o tráfego, conforme a necessidade, dos km 212 a 214 (na Riviera de São Lourenço). O QUE FUNCIONA Rodízio: suspenso Bancos: fecham Shoppings: facultativo Comércio: facultativo Feiras livres: funcionam Correio: fecha (exceto agência do Aeroporto de Cumbica) Hospitais: abrem (plantão) UBS: fecham AMAs: abrem Sacolões Municipais: funcionam Mercados Municipais: abrem (exceto os de Lapa, Pinheiros e São Miguel) Poupatempo: fecha INSS: fecha Procon: fecha Receita Federal: fecha Subprefeituras: fecham

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.