Incêndio consome parte da Serra da Canastra, em Minas Gerais

Fogo já consumiu uma área de mais de 1,5 mil hectares, equivalentes a 15 milhões de metros quadrados

Marcelo Portela - O Estado de S. Paulo,

08 Setembro 2012 | 16h34

BELO HORIZONTE - Um incêndio destruiu boa parte da vegetação do Parque Nacional da Serra da Canastra, no município de São Roque de Minas, na região centro-oeste do Estado. Segundo a administração do parque, o fogo já consumiu a mata em uma área de mais de 1,5 mil hectares, equivalentes a 15 milhões de metros quadrados, e as chamas continuam fora de controle.

Segundo Darlan de Pádua, administrador do parque, 37 brigadistas fazem o combate ao incêndio com auxílio de duas aeronaves do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e duas cedidas pelo governo mineiro. Por causa da queimada, o local permanecerá fechado para visitação durante todo o fim de semana e, de acordo com Pádua, a expectativa é de que apenas na segunda, 10, seja possível reabri-lo.

Além da Serra da Canastra, queimadas também destroem a vegetação em áreas de preservação em Extrema, no sul de Minas, e Bonito de Minas, no norte do Estado, além dos parques Biribiri, em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha; Rio Doce, em Timóteo, no Vale do Aço mineiro; e Verde Grande, em Matias Cardoso, também no norte. O combate às chamas é feito por homens do Corpo de Bombeiros e brigadistas. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe), apenas este ano já foram registrados 3.218 focos de queimadas em matas no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.