Jóias apreendidas somem de cofre do IC

A Corregedoria da Polícia Civil do Rio investiga o desaparecimento de jóias do cofre do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE). Os objetos foram substituídos por peças falsas. De acordo com a corregedora, delegada Ivanete Araújo, cerca de 15 policiais lotados no ICCE têm acesso à sala onde estavam as jóias, recolhidas em março na Operação Eldorado. Já se sabia que todo o material apreendido era verdadeiro. Pelo menos um dos anéis estaria estimado em cerca de R$ 50 mil.

O Estadao de S.Paulo

25 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.