Justiça aceita denúncia contra atropelador de ciclistas no RS

Ricardo José Neis atropelou 17 pessoas que participavam de passeio em Porto Alegre em fevereiro

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

23 Março 2011 | 20h13

PORTO ALEGRE - A juíza Rosane Ramos de Oliveira Michels, da 1ª Vara do Júri de Porto Alegre, aceitou nesta quarta-feira, 23, a denúncia feita pelo Ministério Público contra o bancário Ricardo José Neis, de 47 anos, pelo atropelamento de 17 ciclistas.

 

Na acusação, a promotora de Justiça Lúcia Helena Callegari afirmou que o motorista tentou cometer homicídios triplamente qualificados porque arremeteu seu carro contra os ciclistas por motivo fútil, mediante meio que provocou situação de perigo comum e recurso que dificultou a defesa das vítimas, atingidas por trás.

 

O incidente ocorreu no dia 25 de fevereiro. Em depoimento à polícia, Neis alegou que estava sofrendo ameaça de agressões de parte dos ciclistas e que forçou a passagem entre eles por temer até um linchamento.

 

Das pessoas atingidas, 17 sofreram ferimentos e precisaram procurar atendimento médico. O bancário ficou alguns dias internado num hospital psiquiátrico e está preso preventivamente desde 11 de março. A magistrada também determinou a suspensão cautelar da carteira de motorista do acusado enquanto durar o processo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.