1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Justiça autoriza demolição parcial de viaduto que caiu em BH

Marcelo Portela - O Estado de S. Paulo

07 Julho 2014 | 00h 07

Na manhã de domingo, 6, desembargador havia vetado destruição dos blocos a pedido da Polícia; parte será preservada para a perícia

 BELO HORIZONTE – O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) reviu a própria decisão e autorizou, na noite desse domingo, 6, o início da demolição do Viaduto Guararapes, que desabou na semana passada. O desembargador Adilson Lamounier, no entanto, determinou que seja demolida apenas a parte da estrutura onde já foi concluída a perícia da Polícia Civil. 

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o restante do local deve ficar preservado para a conclusão dos trabalhos que vão embasar o inquérito instaurado para investigar o caso. A preservação do local para a perícia foi argumento usado pela Polícia para obter o veto judicial da demolição.

Mesmo com a possibilidade de remoção de parte do concreto da pista da avenida Pedro I, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), decretou feriado na cidade na terça-feira na tentativa de reduzir o tráfego nas ruas ao invés do ponto facultativo para o funcionalismo como ocorreu nos demais dias de jogos da seleção brasileira. O feriado não é válido para unidades de saúde, transporte público, comércio e outros tipos de atividade, principalmente ligadas à Copa do Mundo.

A queda da estrutura, que ocorreu na quinta-feira, 3, matou duas pessoas e deixou 23 feridas. O acidente ocorreu na avenida Pedro I, um dos principais acessos do Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de BH, e o centro da capital mineira. O viaduto também fica na região da Pampulha, a mesma do estádio do Mineirão.