Lançada campanha pelo voto responsável

Pela 1ª vez, 8 entidades juntam-se para mobilizar cidadãos e defender a[br]importância do pleito

Verônica Dantas, O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2010 | 00h00

Empenhadas em defender a importância de uma eleição consciente para mudar o futuro do País, oito instituições se uniram para lançar uma campanha pelo voto responsável. Embora cada uma delas desenvolva o conceito de democracia independentemente, esta é a primeira vez que se juntam com o objetivo de mobilizar os cidadãos para que votem com responsabilidade.

A campanha publicitária - cujas peças falam de uma sociedade mais feliz por ter uma atuação responsável - começou a ser veiculada no dia 22 em spots de 15 segundos no rádio, anúncios de jornais (principalmente do Distrito Federal) e banner na internet. O encerramento do plano de mídia será no sábado, véspera da eleição, mas o trabalho das entidades envolvidas vai começar exatamente após o pleito.

"O que nos interessa não é a promessa que o candidato faz, mas como as cumpre", explica o diretor do Instituto Ágora em Defesa do Eleitor e da Democracia, Gilberto Palma, acrescentando que a eleição é a grande chance de participação popular para que uma mudança concreta realmente aconteça no Brasil.

Palma salienta, ainda, que é a sociedade quem pauta a atuação dos políticos e não o contrário. "Os candidatos eleitos e eleitores costumam achar que a responsabilidade é daquele que foi objeto de sua delegação", observa. "Nenhuma crítica pode ser feita aos candidatos à medida em que somos nós quem os escolhemos. A responsabilidade do voto é nossa. Nós é que temos um mandato para o qual elegemos nossos representantes."

Apoiada pela Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais, Site Congresso em Foco, Instituto Vladimir Herzog, Museu da Pessoa, Associação Nacional do Ministério Público Criminal, Associação Paulista de Magistrados, Cidade Escola Aprendiz e Movimento Mais Feliz , a iniciativa do Instituo Ágora quer fazer mais que mobilizar os cidadãos. "Vamos acompanhar e reportar aos canais de imprensa nossa aferição", garante Palma.

Alerta. Além de abraçar a campanha do voto responsável, o site congressoemfoco.uol.com.br pintou suas páginas de amarelo. A ideia é chamar a atenção dos internautas para que exerçam o direito do voto de forma consciente. Entre outras informações, a página mostra quem são os candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa e os nomes dos 39 ex-parlamentares acusados de participação na máfia dos sanguessugas que são candidatos nestas eleições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.