1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mais de 7 mil alunos ficam sem aula na Cidade de Deus

Thaise Constancio - O Estado de S. Paulo

26 Maio 2014 | 12h 23

Atividades escolares foram suspensas por causa de operação policial na comunidade para buscar dois homens que atiraram contra a UPP

RIO - De acordo com a secretaria municipal de Educação (SME) do Rio de Janeiro, 7.068 alunos de 16 unidades escolares estão sem aulas nesta segunda-feira, 26, por causa da operação policial no local. As aulas foram suspensas porque alunos e professores não conseguiram chegar às escolas. Ainda segundo a SME, os profissionais não aderiram à greve das redes estadual e municipal, iniciada no último dia 12. Outras quatro escolas municipais e duas estaduais funcionam normalmente.

Baleado. Policiais militares fazem uma operação na Cidade de Deus, zona oeste, na manhã desta segunda em busca de dois homens que atiraram contra a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local na noite deste domingo, 25. No ataque, o cabo Vinícius Salles Oliveira de Sá, de 28 anos, foi baleado no braço. Ele está internado no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), onde permanece em observação.

No domingo, Oliveira recebeu os primeiros socorros na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região e depois foi transferido para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na zona oeste.

Após o ataque, um homem de fuzil entrou na UPA à procura do policial, enquanto outros três permaneceram dentro de um carro na frente da unidade hospitalar. Na operação desta segunda, que conta com o apoio de outras UPPs e do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, os agentes procuram pelo traficante Luciano da Silva Teixeira, de 31 anos, conhecido como Sardinha.