DANIEL BADRA|Agência Freelancer
DANIEL BADRA|Agência Freelancer

Mais 4 cidades do RS decretam emergência por causa das cheias

1.564 famílias ainda estão desalojadas; previsão é de mais chuva forte para os próximos dias no Estado

Chico Guevara, Especial para O Estado

29 Dezembro 2015 | 19h13

PORTO ALEGRE - Subiu para 17 o número de cidades gaúchas que decretaram situação de emergência por causa das chuvas da última semana. Conforme dados atualizados nesta terça-feira, 29, pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 248 famílias atingidas pelas cheias já retornaram para suas casas. Entretanto, há ainda 1.564 desalojadas.

As novas cidades que decretaram emergência são Barra do Quaraí, Quinze de Novembro, Ibirubá e São Borja. Ao todo, 43 municípios contabilizam estragos por causa do excesso de precipitação e cheias dos rios. Foram atingidas um total de 2.329 famílias. Dessas, 164 estão desabrigadas.

De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens, ainda há bloqueios na região oeste. Em Alegrete, na ERS-168, a ponte sobre o Rio Caverá está interditada desde a última quinta-feira, 24. Na mesma rodovia, a ponte sobre o Arroio Piraju foi interditada no Natal após a queda de parte do aterro em uma das cabeceiras.

As cidades que declararam situação de emergência são: Cândido Godói, Gramado dos Loureiros, Guarani das Missões, Liberato Salzano, Não-Me-Toque, Nonoai, Quaraí, Barra do Quaraí, Roque Gonzales, Santo Ângelo, São Miguel das Missões, Três Palmeiras, Trindade do Sul, Uruguaiana, São Borja, Ibirubá e Quinze de Novembro.

Há previsão de mais chuva forte para os próximos dias no Estado, especialmente nas regiões sudoeste, sudeste, noroeste e metropolitana. São esperados ventos que podem chegar a 100 km/h e importantes acumulados de chuva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.