1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Manifestação do Bloco de Lutas apoia rodoviários em greve em Porto Alegre

Elder Ogliari - O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2014 | 22h 35

Grupo, formado por centenas de pessoas, queimou boneco que representava a política de transporte público da prefeitura

PORTO ALEGRE - Manifestantes ligados ao Bloco de Lutas foram às ruas de Porto Alegre na noite desta sexta-feira para defender a greve dos rodoviários que paralisa o transporte coletivo há cinco dias. O grupo, formado por centenas de pessoas, saiu da praça Montevidéu, em frente à prefeitura, e caminhou 15 quadras, até o Ginásio Tesourinha, onde esperou que motoristas e cobradores saíssem da assembleia que manteve a paralisação da categoria para demonstrar apoio à categoria. Também gritou e exibiu em cartazes frases contra a Copa do Mundo no Brasil.

No caminho, os manifestantes queimaram um boneco que diziam representar a política de transporte público da prefeitura. Depois do encontro com os rodoviários, seguiram mais uma quadra e se postaram na esquina das avenidas Érico Veríssimo e Ipiranga, no bairro Azenha, onde fica o prédio do jornal Zero Hora. Alguns mascarados atiraram pedras em duas direções, a do edifício e a dos soldados da Brigada Militar que haviam se postado na via. Depois o grupo retornou em direção ao centro e parou no Largo Zumbi dos Palmares, na Cidade Baixa, onde começou a se dispersar.

Os rodoviários estão em greve desde segunda-feira por reajuste de 14% em seus salários. As empresas oferecem a reposição inflacionária de 5,5%. Na segunda-feira e na terça-feira cerca de 30% da frota circulou. Na quarta-feira e na sexta-feira a paralisação foi total. Na quinta-feira apenas 200 dos 1,8 mil ônibus circularam.