1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Manifestantes pedem suspensão do aumento da tarifa em Porto Alegre

Elder Ogliari - O Estado de S. Paulo

10 Abril 2014 | 20h 20

Há dois dias, centenas de pessoas estão acampadas diante da prefeitura, onde pedem adesões a um abaixo-assinado que defende a entrega de todo o sistema de transporte à administração pública

PORTO ALEGRE - Centenas de manifestantes convocados pelo Bloco de Lutas reuniram-se diante da prefeitura de Porto Alegre no início da noite desta quinta-feira, 10, para protestar contra o aumento da tarifa de ônibus, que passou de R$ 2,80 para R$ 2,95 no dia 7 de março. Os participantes do ato portam cartazes, acusam a prefeitura de se submeter à vontade das empresas transportadores de passageiros e contestam a Copa do Mundo no Brasil. Não foram registrados incidentes até 19h30.

O Bloco de Lutas também está mobilizado pela estatização do transporte de Porto Alegre. Desde terça-feira, 8, alguns militantes da organização estão acampados diante da prefeitura, onde pedem adesões a um abaixo-assinado que defende a entrega de todo o sistema de transporte à administração pública.

A capital gaúcha é atendida por uma empresa municipal, a Carris, e três consórcios privados. Pressionada pela Justiça, a prefeitura lançou um edital para interessadas em explorar o serviço no sistema de concessão, que vai substituir o de permissão.