1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Menina que caiu no Galeão deixa o hospital no Rio

Agência Brasil

13 Janeiro 2014 | 11h 07

Segundo a Polícia Civil, 11 pessoas já foram ouvidas no inquérito que apura o acidente com a argentina de 3 anos

RIO - A menina argentina Camila Palacios, de 3 anos, que caiu de uma altura de 5 metros no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Antonio Carlos Jobim/Galeão em 4 de janeiro, recebeu alta no último sábado, 11. Ela estava internada havia uma semana no Hospital Municipal Miguel Couto, na zona sul da cidade. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde.

Camila teve traumatismo craniano e no rosto, após cair em um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo no Terminal 2 do aeroporto.

Em nota, a Polícia Civil informou que o delegado Luciano Coelho, da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio, já ouviu os pais da menina e espera ouvir o depoimento de outras testemunhas.

"Segundo a delegacia, a investigação está em andamento e 11 pessoas já foram ouvidas. Ainda nesta semana, outras testemunhas devem prestar depoimento. O delegado também espera o resultado da perícia, que deve ser concluída até o fim do mês, para encerrar as investigações", diz a nota.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito tem prazo de 30 dias para ser concluído e encaminhado à Justiça. Dois dias após o acidente, o Procon do Rio visitou o aeroporto para fiscalizar o local. O órgão autuou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) por irregularidades, com multa que pode chegar a R$ 7 milhões.