Menino morre após ser atingido por colega em brincadeira com arma

Caso aconteceu em Feira de Santana; autor do disparo tem 12 anos

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

15 Julho 2011 | 13h35

SALVADOR - O estudante Gustavo Costa e Silva, de 14 anos, morreu, na madrugada desta sexta-feira, 15, em Feira de Santana, na Bahia, 110 quilômetros a oeste de Salvador, depois de ser atingido na cabeça por um tiro. O autor do disparo foi um colega de Gustavo, de 12 anos.

 

De acordo com informações da Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), a vítima seguia para a Escola João Durval Carneiro, onde estudava, quando foi chamado pelo colega, que queria mostrar a arma que havia encontrado na casa na qual morava com o avô.

 

Segundo testemunhas, depois do disparo, o menino fugiu de casa, em uma bicicleta. O avô da criança chegou pouco depois ao local e, ao notar o que tinha acontecido, deixou o imóvel em um mototáxi. O adolescente foi levado ao Hospital Estadual da Criança, mas teve morte cerebral detectada ainda na noite de quinta-feira.

 

Avô e neto ainda não foram localizados - agentes da DAI realizam buscas em possíveis destinos de ambos. Os dois ainda não foram localizados. "Vamos ouvir os dois, mas não parece ter havido dolo", avalia a delegada Márcia Xavier.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.