Mercadante: alerta contra desastres começa este ano

Sistema irá criar esquema de prevenção integrando rede de satélites, radares e institutos ligados ao clima

Wladimir D'Andrade, Agência Estado

22 Março 2011 | 17h09

SÃO PAULO - O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, afirmou nesta terça-feira, 22, que a primeira etapa do Sistema Nacional de Alerta a Prevenção contra desastres naturais vai entrar em operação até o próximo verão, que começa oficialmente no dia 21 de dezembro. Segundo ele, o trabalho que está sendo feito atualmente, com base em estudos geotécnicos já realizados, busca integrar a rede de satélites e radares, inclusive militares, e os institutos ligados ao clima.

"O modelo básico vai ser integrar tudo o que nós temos", afirmou Mercadante, após visitar a 9ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), em São Paulo. De acordo com o ministro, alguns Estados, como Rio de Janeiro, Espírito Santo e Alagoas, estão comprando satélites que também integrarão a rede nacional para a prevenção de desastres. "Com essa integração, vamos dar um aumento de eficiência muito grande para poder implantar já a primeira fase do sistema nas cidades que têm levantamento de áreas de risco", disse.

Mercadante afirmou que técnicos do ministério têm se reunido com representantes dos Estados do Nordeste para discutir a temporada de chuvas de inverno e afirmou que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) vai dar atenção à região para tentar implementar o sistema o mais breve possível.

O ministro destacou ainda o trabalho das Defesas Civis, subordinadas ao Ministério de Integração Nacional, de orientar a população, criar um plano de contingência e implantar os sistemas de alarmes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.