MG antecipa liberação do Bolsa Família para afetados pelas enchentes

População de 103 cidades em situação de emergência vai ser beneficiada pela medida

da Central de Informações

11 Janeiro 2012 | 11h32

O governo de Minas Gerais vai antecipar a liberação do Bolsa Família para a população cadastrada no programa em 103 cidades em situação de emergência por causa das chuvas. Serão liberados mais de R$ 33 milhões para 289.453 famílias. Para os beneficiados pela medida, o benefício estará disponível a partir do dia 14 de fevereiro.

Deverão ser emitidas vias distintas para o pagamento de janeiro e fevereiro de 2012. No caso de beneficiário analfabeto, a prefeitura deverá colher impressão digital do cidadão, no lugar da assinatura prevista na declaração.

Os moradores que perderam os documentos pessoais e o cartão do Bolsa Família terão que apresentar a "Declaração Especial de Pagamento", expedida pelas prefeituras, por meio de uma guia individual. A declaração é mensal e servirá para o pagamento do benefício do respectivo mês.

A orientação dada aos prefeitos é de que eles podem solicitar o adiantamento diretamente à Sedese, responsável pelo contato com o Ministério e a autorização do pagamento.

Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), a expectativa é aumentar ainda mais este número, já que outros municípios emitiram decretos oficiais, além de cidades que podem entrar em situação de emergência nos próximos dias.

Mais conteúdo sobre:
chuvas, chuva, MG, bolsa família

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.