Milhares velam mortos no acidente na BR-282, em SC

Colisão de ônibus de excursão com caminhão no sábado deixou 26 mortos no oeste do Estado

Elder Ogliari - Agência Estado,

06 Março 2011 | 15h48

Cerca de 5 mil pessoas passaram entre a madrugada de sábado e a manhã deste domingo pelo velório coletivo de 19 vítimas do acidente que ocorreu na madrugada de sábado, em Descanso (SC). O velório acontece em Linha Salto, no interior de Santo Cristo, noroeste do Rio Grande do Sul. O sepultamento está previsto para esta tarde no cemitério da cidade, em covas abertas por voluntários durante a tarde de sábado.

 

 

Além dos 19 moradores de Linha Salto, outras sete morreram na tragédia. Duas estão sendo veladas em Giruá, duas em Santa Rosa, uma em Horizontina, cidades da mesma região, e mais duas em Pelotas, na zona sul do Estado.

 

 

O acidente ocorreu por volta das 3 horas da madrugada de sábado, na BR-282, em Descanso (SC), quando um caminhão com placas de Pelotas bateu de frente com um ônibus de Horizontina, que levava excursionistas de Linha Salto para uma confraternização em Marechal Cândido Rondon, no Paraná. A tragédia matou 26 pessoas, deixou outras duas feridas com gravidade, internadas em hospitais de Chapecó (SC) e Concórdia (SC), e mais 21 feridos com fraturas, escoriações e hematomas, dos quais 14 ainda estão sob cuidados de hospitais de São Miguel do Oeste (SC).

 

 

Os governos de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e os prefeitos de Santo Cristo e Santa Rosa decretaram luto oficial de três dias. O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, acompanha as cerimônias. Depois de cumprimentar familiares das vítimas, ele disse que "a dor que eles estão sentindo aqui em Santo Cristo é a dor de todo o Rio Grande".

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina, Cidades, Geral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.