Minas chega a 104 cidades em situação de emergência

Governo monta escritório na Zona da Mata para dar apoio aos municípios

da Central de Informações

09 Janeiro 2012 | 09h23

Mais uma cidade de Minas Gerais decretou estado de emergência em consequência das chuvas que atingem o Estado desde outubro do ano passado, elevando para 104 o número de cidades nesta situação. Mais de dois milhões de pessoas foram afetadas desde o início do período chuvoso no estado.

Segundo a Defesa Civil, desde dezembro de 2011, 92 cidades estão nesta situação. No total, 157 municípios foram atingidos desde outubro. As chuvas já causaram a morte de 12 pessoas. Duas pessoas ainda estão desaparecidas e 12.875 estão desalojadas e outras 1.240 estão desabrigadas.

Escritório. Nesta segunda-feira, o vice-governador Alberto Pinto Coelho e o coordenador da Cedec, coronel Luis Carlos Martins, e o diretor do Departamento de Minimização de Desastres da Secretaria Nacional de Defesa Civil, Rafael Schadeck, inauguram em Ubá, na Zona da Mata, escritório estratégico de apoio aos municípios afetados pelas chuvas. A unidade de apoio, integrada às ações da Cedec, será implantada em parceria com a União.

O escritório vai oferecer auxílio para que os prefeitos possam providenciar, conforme critérios legais, a documentação necessária para obtenção de recursos federais, além da análise de projetos de reconstrução, com o objetivo de agilizar as ações de enfrentamento ao período chuvoso.

Os prefeitos também serão orientados sobre a aplicação adequada dos recursos e sobre a utilização do Cartão de Pagamento da Defesa Civil Nacional, distribuído às prefeituras para que elas possam normalizar a prestação dos serviços públicos essenciais à população.

Mais conteúdo sobre:
MG, chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.