Ministério Público faz busca em casas de Curió

ANOS DE CHUMBO

, O Estado de S.Paulo

30 Março 2011 | 00h00

O Ministério Público Federal vasculhou ontem em Brasília dois endereços do oficial da reserva Sebastião Curió Rodrigues de Moura, o major Curió. Documentos, um computador e uma arma sem registro foram apreendidos. Curió admitiu que pelo menos 41 militantes foram executados após serem dominados por patrulhas do Exército entre 1972 e 1975.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.