Ministério Público reabre investigação de dois casos em SP

A 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal não homologou arquivamentos de dois procedimentos da Procuradoria da República em São Paulo relativos a crimes federais durante a ditadura militar.

, O Estado de S.Paulo

10 Março 2011 | 00h00

Procuradores que atuavam nesses casos alegaram que a atribuição seria do Ministério Público Militar, uma vez que o procurador-geral da Justiça Militar havia ordenado investigação própria. A subprocuradora-geral da República Raquel Dodge sustentou que agentes públicos que cometeram crimes agiram como representantes de todo o Estado ditatorial, não apenas do segmento militar. Para ela eventuais crimes submetem-se à jurisdição federal. Os autos serão remetidos à Procuradoria em São Paulo para retomada das investigações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.