Detran/Divulgação
Detran/Divulgação

Modelo antigo de extintor de incêndio passará a render multa

Equipamentos do tipo ABC se tornam obrigatórios a motoristas de todo o País a partir do dia 1º de janeiro de 2015

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

12 Dezembro 2014 | 17h05

SÃO PAULO - A partir de 1º de janeiro, os extintores de incêndio do tipo BC estarão proibidos nos automóveis do País. Se algum motorista for flagrado com esse tipo de equipamento no veículo, poderá ser multado em R$ 127,69. Já os extintores do tipo ABC se tornam obrigatórios. 

A medida é prevista desde 2009, quando uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito mudou as regras dos extintores de incêndio automotivos. Carros fabricados a partir daquele ano já contam com o modelo correto instalado de fábrica. Mas o modelo antigo ainda vinha sendo vendido durante a substituição de equipamentos vencidos.

Segundo o Departamento de Trânsito da São Paulo (Detran/SP), "extintores com carga de pó do tipo ABC também são eficazes no combate ao fogo que se propaga por materiais sólidos, como bancos, tapetes e painéis do carro, por exemplo. Equipamentos do tipo BC servem apenas para eliminar chamas causadas por líquidos inflamáveis (gasolina, óleo diesel, querosene, etc.) e equipamentos elétricos (bateria, fiação, etc.)". 

A medida é mais uma mudança na legislação de trânsito ocorrida nos últimos dias.

Carteira. Na última quarta, 10, o Departamento Nacional de Trânsito anunciou um novo modelo de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), de Certificado de Registro de Veículos (CRV) e de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Os novos documentos, que passarão a ser emitidos a partir de junho do ano que vem, têm mais dispositivos de segurança. Mas ninguém precisará trocar o documento: o modelo antigo será substituído pelo novo quando o documento vencer. 

Além disso, no último dia 8, o governo federal confirmou medida anunciada em outubro que prevê a adoção, em 2016, de um novo modelo de placas de trânsito -- que será adotado pelos sete países do Mercosul. A placa será branca, terá sete dígitos e uma tarjeta azul no topo, com a identificação do país de origem do veículo. Essas placas serão instaladas nos veículos novos. 

Mais conteúdo sobre:
extintor de incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.