MP apura caso de PMs que atiraram contra menor em Manaus

Caso aconteceu em agosto do ano passado, mas o Ministério Público diz ter tomado conhecimento do caso há apenas dois meses

Marília Lopes, Central de Notícias

24 Março 2011 | 12h42

SÃO PAULO - O Ministério Público (MP) do Amazonas já investiga o caso dos policiais militares suspeitos de atirar em um adolescente no bairro Amazonino Mendes, em Manaus. Segundo a assessoria do MP, o caso aconteceu em agosto do ano passado, mas apenas há dois meses o órgão tomou conhecimento e teve acesso às imagens da câmera de segurança de um estabelecimento comercial que filmou a ação dos PMs.  

 

Nas imagens, os policiais militares disparam cinco vezes contra um menor, de 14 anos. De acordo com a assessoria do MP, o menor ficou cerca de dez dias internado e atualmente está sob proteção do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas (Provita).

 

Nesta quarta-feira, o comandante da Polícia Militar, Dan Camera, se reúne com o promotor João Bosco Sá Valente para decidirem como serão conduzidas as investigações do caso, informou a assessoria do MP.

Mais conteúdo sobre:
MP PM Manaus AM adolescente menor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.