MST invade fazenda de pecuária em São Borja

Cerca de 250 militantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) invadiram ontem a Fazenda Palermo, em São Borja, para pressionar o governo gaúcho a concluir a desapropriação da área e o Incra a assentar as cerca de mil famílias. A propriedade, de 1,2 mil hectares, voltada à pecuária, já havia sido ocupada duas vezes, em 2005 e 2006. O proprietário, José Renan Toniazzo, já pediu a reintegração de posse.

, O Estado de S.Paulo

22 Março 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.