''Muito obrigada'', diz Nayara aos médicos

Liberada após 5 dias de internação, garota agradeceu dedicação da equipe; ela chegou a ser operada mais uma vez ontem e não deve ficar com seqüelas

Marcela Spinosa, O Estadao de S.Paulo

23 Outubro 2008 | 00h00

Nayara, de 15 anos, recebeu alta do Centro Hospitalar Municipal de Santo André, às 14h30, após cinco dias de internação para se recuperar do tiro recebido na face, disparado por Lindemberg Alves durante o final do seqüestro. Pouco antes de ser liberada para depor à Polícia Civil, a adolescente agradeceu a dedicação da equipe médica. "As primeiras palavras para todos da equipe do hospital foram ?muito obrigada?. A gente tenta dar apoio pessoal e fizemos brincadeiras para distraí-la", informou o cirurgião-dentista Geraldo Prestes de Camargo Filho. Nayara, antes de falar aos policiais, passou por avaliação psiquiátrica, psicológica, ortopédica, fonoaudiológica, clínica e nutricional. Nenhum problema foi relatado, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero Nepomuceno. Antes, pela manhã, às 9h30, ela foi submetida a uma nova cirurgia no rosto, de pouco mais de uma hora. Segundo a equipe médica, a intervenção ocorreu sem problemas e ela não ficará com seqüelas na face. Os médicos substituíram um aparelho de contenção provisório que havia sido colocado na boca da paciente na sexta-feira, dia em que terminou o seqüestro, por outro ortodôntico, que permitirá a Nayara a continuar o tratamento em casa. O novo equipamento deverá será usado por 90 a 120 dias. "O procedimento foi feito com sedação e anestesia local. Além do aparelho, fixado nos dentes, foi adaptado ainda um dente provisório no lugar do canino superior esquerdo (que foi perdido) para ter a função estética devolvida", explicou Camargo Filho. "Agora, ela se alimenta bem e deve voltar o mais rapidamente possível às atividades cotidianas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.