Mulher é presa ao tentar vender ingresso para a Copa por R$ 7 mil

Ações fazem parte de operação que intensifica fiscalizações até a Copa; 87 restaurantes e 16 hotéis foram autuados

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

26 Maio 2014 | 17h08

RIO - Uma mulher que tentava vender ingressos para a Copa do Mundo por R$ 7 mil, em um shopping da zona norte do Rio, foi presa na última sexta-feira por policiais civis da Delegacia do Consumidor.

Ela foi autuada nos termos do artigo 41-F da lei 10.671/2003, que proíbe vender ingressos de evento esportivo por preço superior ao estampado no bilhete. O nome da mulher não foi divulgado.

A "Operação Torcedor", que tem como objetivo coibir a venda ilegal de ingressos para a Copa, vai se estender até o fim do torneio.

Mais conteúdo sobre:
Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.