Mulher feita refém morre ao cair de carro em Curitiba

Assaltante em fuga invadiu o carro da vítima e a sequestrou; ela teria morrido ao ser jogada, ou tentar escapar com o veículo em movimento

Evandro Fadel, O Estado de S. Paulo

25 Março 2011 | 18h02

CURITIBA - Uma mulher morreu, no início da tarde desta sexta-feira, 25, após cair do carro em que era mantida como refém por um assaltante, no Bairro Portão, em Curitiba. O homem armado teria tentado assaltar uma banca de jornais, mas um segurança percebeu. Para se garantir na fuga, ele acabou invadindo o carro da representante comercial Valquíria Esteves Cardoso da Cunha, de 52 anos, que tinha acabado de atender a um empresário da região e estava abrindo o veículo.

A mulher teria sido empurrada para a parte de trás do carro. Eles circularam por alguns quilômetros, quando a mulher foi jogada ou se jogou do carro em uma curva, na tentativa de se livrar do assaltante. Ela teve traumatismo craniano e morreu antes mesmo da chegada do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate).

Em alta velocidade, o veículo preto da vítima passou próximo à sede do 13º Batalhão da Polícia Militar. As viaturas policiais da região foram acionadas, mas até o fim da tarde não se tinha informações sobre o carro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.