Mulher roubava patrões e guardava dinheiro nos órgãos genitais

Empregada doméstica esconde R$ 7.600 e é denunciada por moradores de condomínio da Bahia

Tiago Décimo, do Estadão,

17 Julho 2007 | 13h02

A doméstica Cristina Lima de Jesus, de 29 anos, foi presa depois de ter sido flagrada com US$ 4.100, cerca de R$ 7.600, escondidos em seu órgão genital. Ela é mantida presa na 23.ª Delegacia, em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador.   Agentes receberem uma denúncia de furto feita por um dos clientes de Cristina - um juiz que preferiu o anonimato. Segundo a delegada Iraildes Rodrigues da Silva, as denúncias contra a doméstica eram feitas desde maio, por clientes que moram no condomínio Villas do Atlântico.   De acordo com ela, o flagrante foi possível porque Cristina deixou uma cédula de US$ 100 sobre a mesa da cozinha da casa do juiz, que chamou a polícia.

Mais conteúdo sobre:
roubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.