No Amazonas, oito inquéritos para obras do Dnit

O Ministério Público Federal no Amazonas tem oito inquéritos civis públicos em andamento sobre obras tocadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Estado, todas iniciadas ou licitadas na gestão do ex-ministro Alfredo Nascimento.

Liege Albuquerque, O Estado de S.Paulo

23 Julho 2011 | 00h00

Além dos inquéritos, há 20 acompanhamentos administrativos de obras tocadas pelo Dnit. Um deles, convertido em ação civil pública em junho, apura eventual irregularidade no Programa de Segurança nas Estradas (PETSE) no Amazonas.

Está em fase de recurso no Tribunal Regional Federal da 1ª Região o inquérito que pede a suspensão das obras da BR-319 (Manaus-Porto Velho). Outro pedido envolve o impacto ambiental das obras na Rodovia BR-230 (Transamazônica) em terras indígenas no sul do Estado. E vários outros incluem obras da BR-317, entre Manaus e Rio Branco, e na BR-319 entre Manaus e Porto Velho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.