Jefferson Rudy/Agência Senado
Jefferson Rudy/Agência Senado

Eunício: Ministro da Segurança Pública deve ser decidido após Congresso aprovar criação da pasta

Presidente do Senado, Eunício Oliveira, espera que o governo mande a medida via projeto de lei em regime de urgência

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2018 | 15h28

BRASÍLIA - Enquanto o presidente Michel Temer busca um nome para assumir a pasta da Segurança Pública, que pretende criar ainda esta semana, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse, nesta segunda-feira, 19, entender que o nome do futuro ministro só pode vir após o Congresso aprovar a criação da nova pasta.

"Primeiro, o presidente tem de encaminhar ao Congresso e o Congresso tem de aprovar ou não. Cabe ao Congresso aprovar ou não (a criação do novo ministério), o presidente propõe", destacou. Ao ser questionado sobre possíveis nomes, Eunício disse ainda que a "indicação do nome só pode vir depois da aprovação (pelo Congresso)". 

+++ Defesa pede autorização judicial para aplicar mandados coletivos de busca e apreensão no Rio

Eunício disse ainda que "prefere" que o governo mande a medida que criará a pasta via projeto de lei em regime de urgência. "Eu prefiro projeto de lei em regime de urgência e me comprometo a aprovar rapidamente", disse. 

+++ 'Tenho dúvidas sobre o resultado da intervenção', diz ministro do STF

O Planalto vinha trabalhando com a ideia de desmembrar o ministério da Justiça e criar a pasta extraordinária da Segurança via Medida Provisória. A Casa Civil já tem inclusive uma minuta prévia para formalizar o ato. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.