Operação apreende duas toneladas de frutas no Distrito Federal

Fiscais da Secretaria da Ordem Pública e Social percorreram Ceilândia, Taguatinga, Epia Norte e Asa Sul

estadão.com.br,

11 Janeiro 2012 | 18h57

SÃO PAULO - A Secretaria da Ordem Pública e Social apreendeu duas toneladas de frutas, 51 kg de queijo e 5.618 produtos durante uma operação contra o comércio irregular no Distrito Federal, nesta quarta-feira, 11.

No centro de Ceilândia, foram recolhidas 170 mídias piratas. O menor que comercializava os CDs e DVDs foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Fiscais ainda aprenderam 288 kg de frutas, além dos três carrinhos utilizados para transportá-las.

Outra frente de trabalhos percorreu os principais semáforos da L2 Sul e do Setor de Autarquias Sul. Foram recolhidos dos ambulantes que atuavam sem autorização 14 raquetes mata-mosquito, 414 panos de chão, 111 biscoitos, 64 kg de goiaba e 312 mídias piratas. Também nos sinais, desta vez na Epia Norte, entre a antiga Rodoferroviária e a entrada da Água Mineral, a fiscalização recolheu 550 kg de frutas. Entre elas uvas, pinhas, morangos, lichias, pequis e seriguelas.

Na Feira dos Goianos, em Taguatinga, o resultado da operação foi a apreensão de 155 peças de roupas. No centro da cidade, os  fiscais recolheram 1,1 tonelada de frutas, entre umbus, goiabas, ameixas, seriguelas e pinhas, além de 51 kg de queijo sem informação de procedência, 2.345 capas para celular, 383 carregadores, 686 correias de sandálias, 165 calculadoras e 863 peças de roupa íntima.

As mercadorias recolhidas durante a fiscalização foram levadas ao depósito da Agência de Fiscalização (Agefis). Os perecíveis poderão ser doados. As mídias piratas e os alimentos estragados serão destruídos. Os demais produtos poderão se recuperados mediante a apresentação de nota fiscal e o pagamento de multa.

Mais conteúdo sobre:
operação frutas Distrito Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.